Floresta Estadual de Rendimento Sustentado do Rio Roosevelt (FLORSU)

Área 0,00ha.
Document area Lei Complementar - 584 - 19/07/2010
Jurisdição Legal Amazônia Legal
Ano de criação 1990
Grupo Uso Sustentável
Instância responsável Estadual

Mapa

Não há dado disponível para a plotagem dessa área protegida no mapa

Municípios

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municípios - FERS do Rio Roosevelt (FLORSU)

# UF Município População (IBGE 2018) População não urbana (IBGE 2010) População urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área da UC no município (ha) Área da UC no município (%)
1 RO Espigão D'Oeste 32.047 8.119 20.610 451.802,60 3.936,00
100,00 %
2 RO Pimenta Bueno 36.434 4.404 29.418 624.094,00 24.989,00
100,00 %

Ambiente

Não existem informações cadastradas sobre Ambiente.

Gestão

  • Órgão Gestor: (IEF) IEF/RO
  • Tipo de Conselho:
  • Ano de criação :

Documentos Jurídicos

Documentos Jurídicos - FERS do Rio Roosevelt (FLORSU)

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de Publicação Observação Download
Lei Complementar 584 Revogação 19/07/2010 20/07/2010 Revoga Decreto 4569 de 1990, que criava a Florsu com área aproximada de 27.860 ha (Área ISA 28.925 ha)  
Decreto 4.569 Criação 23/03/1990 Fica criada, no Município de Pimenta Bueno, Estado de Rondônia, a FLORESTA ESTADUAL DE RENDIMENTO SUSTENTADO DO RIO ROOSEVELT, com área aproximada de 27.860,00há (Vinte e sete mil, oitocentos e sessenta hectares), subordinada e integrante da estrutura básica do Instituto estadual de Florestas de Rondônia-IEF/RO, autarquia estadual vinculada à Secretaria de Estado do Meio Ambiente-SEMARO. -

Documentos de gestão - FERS do Rio Roosevelt (FLORSU)

Tipo de plano Ano de aprovação Fase Observação

Características

Criada através do Decreto n 4.569 de 23/03/1990, apresenta 36,83% de Contato Savana-Floresta Ombrófila e 8,85% de Floresta Ombrófila Densa, inseridas nos municípios de Pimenta Bueno e Espigão D'Oeste.
(Fonte: Banco de Dados ISA, março 2010).

Essa UC foi criada juntamente com outras 10 Ucs estaduais que nunca foram implementadas pelo Estado de Rondônia.
(Fonte: www.planetaverde.org. Acesso em: 25/03/2010).

Entre 1995 e 2000, existiram propostas para reduzir ou acabar com essa e outras unidades de conservação. Em nenhuma dessas tentativas, a redução dos limites das Ucs estaduais foi embasada em estudos e debates transparentes sobre interesses a serem atendidos e medidas necessárias para promover o manejo de recursos naturais nas áreas excluídas ou melhoras na gestão da área remanescente da reserva. Algumas das iniciativas, ocorridas entre 1995 a 2000, previam a diminuição de 298.000 hectares na área total dos parques estaduais, com a extinção total de oito Florestas Estaduais de Rendimento Sustentado (FERS) nos rios Abunã, Madeira, Mequens, São Domingos, Roosevelt e Vermelho, somando 1.141.819 hectares, que representam 77% da área total originalmente criada.
(Fonte: 'Projeto pretende extinguir Floresta Nacional do Bom Futuro', www.amazonia.org.br, publicada em: 18/12/2009).

Notícias

Total de 4 notícias sobre a área protegida FERS do Rio Roosevelt (FLORSU) no banco de dados RSS

Ver todas as notícias dessa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.