As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Instituto Natureza do Tocantins - http://naturatins.to.gov.br/
17/12/2015
Visita tecnica do Naturatins discute melhorias no Plano de Uso Publico do Parque do Jalapao

Analisar tecnicamente o funcionamento do Plano de Uso Público do Parque Estadual do Jalapão (PEJ) é o objetivo da visita realizada pelos técnicos do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Turismo (Sedetur), na região. O diagnóstico inicia nesta quinta-feira, 17 e finaliza no sábado, 19.

No roteiro, a equipe multidisciplinar visitará os principais atrativos da região, incluindo as dunas, cachoeiras e fervedouros. Na ocasião, os técnicos devem analisar in loco as questões acerca das demandas turísticas e pendências sobre o Plano de Uso Público.

O gerente de Suporte ao Desenvolvimento Socioeconômico do Naturatins, Marcelo Henrique, explicou que a ação conjunta com a Sedetur tem como foco aliar as atividades turísticas, porém com baixíssimo impacto ao meio ambiente. "O turismo é importante para a região do Jalapão, por isso é necessário que o Plano de Uso Público esteja sendo executado de forma correta para garantir a preservação ambiental", afirmou. A principal linha do diagnóstico, segundo Marcelo Henrique, é ordenar o turismo e o impacto que causa para o Parque Estadual do Jalapão.

O levantamento realizado durante a visita técnica, de acordo com o gerente, será usado para as adequações e melhorias no Plano de Uso Público que será realizado em 2016. Atualmente o PEJ conta com cerca de 30 atrações turísticas.

Parque Estadual do Jalapão

Foi criado em janeiro de 2001 e pertence à categoria de Unidades de conservação de Proteção Integral do estado do Tocantins. Esta Unidade representa um importante patrimônio ecológico nacional, uma vez que contém características do cerrado preservado e um grande número de mananciais de elevada importância para as bacias hidrográficas das regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste.

Parque tem uma área de mais de 158.000 hectares, com número de visitas em 2015 de cerca de 15 mil turistas.

http://naturatins.to.gov.br/noticia/2015/12/17/visita-tecnica-do-naturat...