As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Agencia Sebrae - http://www.ma.agenciasebrae.com.br
28/04/2014
Gestores municipais da Rota das Emocoes iniciam discussoes para reativar consorcio

Envolvidos na realização do II Salão de Turismo da Rota das Emoções, os prefeitos dos 14 municípios do destino turístico que integra o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses (MA), Delta do Parnaíba (PI) e Parque Nacional de Jericoacoara (CE), aproveitam o momento para fortalecer a liderança territorial em prol do desenvolvimento sustentável local. No II Encontro de Prefeitos da Rota das Emoções, realizado no último sábado, 26, no Teatro do Sesc de Parnaíba (PI), foi discutida a reativação da Agência de Desenvolvimento Regional Sustentável (ADRS), braço executivo do Consórcio Público do Norte dos Estados do Maranhão, Piauí e Ceará, criado em 2007.

Organizado pelos Sebrae dos três estados e pela Care do Brasil, além do apoio da Superintendência de Turismo de Parnaíba, o II Encontro de Prefeitos da Rota contou com a participação dos gestores Florentino Neto (Parnaíba), Léo Costa (Barreirinhas), Herbert Silva (Ilha Grande), Terezinha Lima (Barroquinha) e representantes dos municípios de Araioses e Paulino Neves (MA); Luís Correa (PI), Camocim e Chaval (CE). Marcaram presença na reunião, ainda, o deputado federal Paes Landim (PTB/PI), os diretores técnicos do Sebrae no Maranhão e no Piauí, José Morais e Delano Rocha, o representante da Care Brasil, João Martins e demais técnicos dos Sebrae envolvidos com o roteiro turístico dos três estados.

O prefeito de Parnaíba (PI) Florentino Neto, destacou em sua fala a importância da reativação da ADRS como um organismo legalmente constituído para tratar das questões que dizem respeito ao desenvolvimento do território, que compreende, além dos municípios que integram a Rota das Emoções, todos os que compreendem os Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Alto Munim, no Estado do Maranhão; a Planície Litorânea e Cocais, no Estado do Piauí e Litoral Norte e Chapada de Ibiapaba, no Estado do Ceará.

Para o prefeito de Barreirinhas, Léo Costa, que já teve uma experiência positiva com o modelo de consórcio intermunicipal, à época em que exerceu a Secretária Municipal de Agricultura de São Luís, os municípios só terão a ganhar com a reativação da ADRS. "Este consórcio interestadual tem em sua concepção a preocupação com o desenvolvimento sustentável do território que abrange, uma área significativa de três estados, com suas particularidades e necessidades específicas. Para nós gestores municipais, ter este braço executivo do consórcio reativado é ter do nosso lado um instrumento legal poderoso que caminha lado a lado com as administrações municipais da região para promover o desenvolvimento econômico, social, político e cultural", pontuou.

O protocolo de intenções do Consórcio Interestadual foi assinado em junho de 2007 pelos então governadores Jackson Lago (Maranhão), Wellington Dias (Piauí) e Cid Gomes (Ceará) com objetivo de priorizar atividades para os setores do turismo e da cultura, além do segmento de serviços, entre os Lençóis Maranhenses, litoral do Piauí e litoral Norte do Ceará. O consórcio iniciou suas atividades em 2008, quando foi criada a Agência de Desenvolvimento Regional Sustentável (ADRS), através da qual as ações são operacionalizadas. A ADRS teve texto alterado em 2009, passando a ser associação pública que, dentre suas atribuições, possui duas Câmaras Técnicas - uma para o Desenvolvimento do Turismo e outra para o Desenvolvimento Regional Sustentável.

Para cumprir com sua finalidade, a ADRS tem prazo de 12 anos, podendo ser estendida de 2019 até 2023 (correspondente a um terço do prazo inicial), sendo composta por representantes do poder público, da iniciativa privada e da sociedade civil organizada, tendo estrutura diretiva própria para efetivar as ações. De acordo com o estatuto da agência, a sede da mesma funcionará na cidade de Parnaíba, com escritórios regionais em Barreirinhas (MA) e Jericoacoara (CE). Desde 2010, a agência está inativa por questões políticas que inviabilizaram a continuidade dos trabalhos. "Não podemos esquecer que a ADRS foi uma conquista dos três estados envolvidos e que não podemos deixar que este instrumento legalmente constituído continue sem executar suas ações. Vamos nos unir para reativar a agência e já me coloco à disposição para ajudar no que for possível", assinalou o deputado federal piauiense, Paes Landim.

II Salão de Turismo da Rota das Emoções

Os Sebrae no Maranhão, Piauí e Ceará aproveitaram o ensejo da reunião dos prefeitos em Parnaíba, para lançar localmente o II Salão de Turismo da Rota das Emoções, que vai acontecer na Beira Rio da cidade de Barreirinhas nos dias 28, 29 e 30 de agosto. Nesta edição, o salão está sob a batuta do Sebrae no Maranhão, que já o elegeu como o principal evento a instituição este ano.

"Formamos as comissões de trabalho nos três estados, o projeto já está pronto e partimos para a fase de captação de parcerias institucionais, dando continuidade às ações previstas para a realização do evento. A expectativa é de recebermos um público de cinco mil visitantes, capacitar 600 pessoas na programação de conhecimento e reunir 40 empresas na Rodada de Negócio", relatou o diretor técnico do Sebrae no Maranhão, José Morais.

O salão tem por objetivos contribuir com o fortalecimento da cadeia produtiva do turismo nos 14 municípios integrantes da Rota das Emoções e para a educação da comunidade, incentivando o desenvolvimento do turismo sustentável, além de disseminar compartilhar informações e experiências dentro do trade turístico sobre diferentes aspectos da Rota e potencializar o mercado interno (turismo regional), divulgando os atrativos do roteiro. Para tanto, o evento busca reunir empreendedores e grupos de produção que compõem a cadeia produtiva do turismo; operadores e agentes de turismo; associações e cooperativas de monitores, guias e transportes turísticos; pessoas envolvidas com a produção cultural e grupos artísticos no território da Rota (Economia Criativa) e gestores de propriedades públicas, privadas, rurais e urbanas com ocorrência de recursos naturais ou culturais passíveis de aproveitamento para o turismo.

O II Salão de Turismo da Rota das Emoções foi idealizado sob quatro eixos temáticos: Preservação ambiental, sustentabilidade e exploração econômica; Educação, cultura e turismo nos municípios; Inclusão social via turismo sustentável e Infraestrutura e acessibilidade. Na programação, o Sebrae e seus parceiros vão apresentar uma Mostra de Turismo dos Municípios; Espaço do Conhecimento (para capacitações voltadas ao setor de turismo e serviços); Festival Gastronômico (parceria com o Senac); Rodada de Negócios e Programação Cultural.

http://www.ma.agenciasebrae.com.br/sites/asn/uf/MA/Manchete-sem-foto/Ges...