As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Jornal Cruzeiro - http://www.jornalcruzeiro.com.br
15/10/2015
Flona reabre nos fins de semana e feriados

A sede da Floresta Nacional de Ipanema (Flona), em Iperó, voltou a receber visitantes aos fins de semana e feriados desde o último sábado. O local paralisou as visitas no dia 5 de setembro por conta da interrupção de atividades da empresa terceirizada BK Consultorias. Na sexta-feira, dia 9, a responsável pelo serviço de recepção do parque retomou as atividades e realizou novas contratações de funcionários. "Algumas pessoas que já trabalhavam no setor foram recontratadas e os novos membros da equipe estão passando por treinamento", informou Ofélia Gil Willmersdors, analista ambiental e chefe substituta da Unidade de Conservação (UC).

Segundo Ofélia, todos os serviços da Flona foram normalizados e os contratos com as empresas foram renovados. Na época do fechamento, funcionários, que preferiram não se identificar, relataram que algumas prestadoras de serviço haviam interrompido os trabalhos por conta de atrasos no pagamento, entre elas, a BK Consultorias, encarregada pelo Centro de Visitantes. Nos finais de semana a Flona recebe, em média, 1.300 visitantes, e mensalmente esse número chega a cinco mil.

O Centro de Visitantes da Flona oferece estacionamento para veículos, sanitários, área para descanso e é também ponto de encontro entre os que desejam fazer as trilhas e os condutores. Para orientações sobre o agendamento de trilhas com os guias, os interessados devem entrar em contato através do número (15) 3266-9099. As visitas espontâneas podem ser feitas de terça a domingo, das 8h às 16h, com saída para trilhas até 17h.

Reajuste no preço

Embora o serviço tenha sido retomado, quem decidir visitar a Flona precisará pagar R$ 1 a mais a partir de novembro. O ingresso, que até agora custa R$ 7, passará a ser vendido por R$ 8, conforme Portaria do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) de 30/09/2015. Menores de 12 anos e maiores de 60 anos não pagam, assim como instituições de ensino públicas pré-agendadas. Em 2014, a arrecadação com a visitação pública ao parque foi de R$ 270 mil.

http://www.jornalcruzeiro.com.br/materia/647148/flona-reabre-nos-fins-de...