As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - www.icmbio.gov.br
09/10/2009
Flona de Ipanema vai criar nucleo de estudos historicos e ambientais

A Floresta Nacional (Flona) de Ipanema, em Iperó, São Paulo, inicia as discussões para a implantação do Núcleo de Estudos Históricos e Ambientais. O objetivo é atrair pesquisadores para mais de 500 anos de história de uso de recursos naturais em diferentes empreendimentos e ocupações. Além disso, localizar, recolher, recuperar, reproduzir, organizar e conservar a documentação referente aos aspectos históricos e ambientais.

Nessa linha, o Núcleo de Estudos Históricos e Ambientais da Flona de Ipanema reunirá cópias de documentos da história do Brasil, além de integrar profissionais e interessados na discussão de temas e assuntos históricos ligados à unidade.

Os fatos históricos do Brasil influenciaram diretamente no uso dos recursos naturais, que atualmente são protegidos pela Floresta Nacional de Ipanema. A chegada de D. João VI e a elevação do Brasil a Vice-Reino impulsionaram a criação da Real Fábrica de Ferro de Ipanema, que completará 200 anos de criação em dezembro de 2010, para a qual foi criado o Distrito do Ipanema.

A Fábrica de Ferro só foi possível pelos recursos naturais locais: a passagem do rio Ipanema, cujas águas foram barradas para formar a primeira represa de grande porte do Brasil, que daria a energia (hidráulica transformada em força mecânica); a imensa floresta de mata atlântica que produzia o combustível, madeiras lenhosas que tanto se transformavam em toras quanto em carvão para alimentar os fornos; e o minério de ferro, cujas jazidas eram exploradas desde meados do século XVI.

Foi, por causa da Fábrica, que vieram imigrantes, que construíram a Estrada de Ferro Sorocabana e instalaram as primeiras escolas da região. Os naturalistas europeus que visitaram o Brasil no século 19 visitaram o Distrito do Ipanema, produzindo inúmeros livros sobre o local e identificando plantas e animais a partir de exemplares recolhidos no local.

O território onde fica hoje a Floresta Nacional de Ipanema, criada em 1992, se transformou em um local de treinamento: formou os tratoristas, os pilotos de pulverização e outros profissionais que implantaram o que se denomina "revolução verde" no campo - a formação dos grandes latifúndios em plantios mecanizados, com produção de grãos destinados à exportação.