As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBIo - www.icmbio.gov.br
03/12/2010
Flona de Ipanema comemora o bicentenario da Real Fabrica de Ferro

A Floresta Nacional de Ipanema, em Iperó (SP), comemora os 200 anos da Real Fábrica de Ferro São João de Ipanema, um sítio histórico de relevante interesse regional e nacional, tombado pelo Iphan (Instituto Nacional do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional) e situado em área da Unidade de Conservação. A programação começou na quinta (2) e segue até este sábado (4).

Na quinta, às 9h, houve com o ciclo de palestras sobre o tema "O desafio da Floresta Nacional de Ipanema na conservação da biodiversidade". Participaram a professora Vilma Alves Campanha, pesquisadora do Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT), que falou sobre "Os diferentes olhares culturais e sócio ambientais sobre a Floresta Nacional de Ipanema". Em seguida, o professor Henry Lesjak Martos, da Universidade de Sorocaba tratou da "Importância da Floresta Nacional na conservação da biodiversidade regional". E, encerrando a manhã, o analista ambiental do ICMBio Fábio de Jesus falou sobre o "Uso Público como estratégia para a conservação da biodiversidade".

Nesta sexta (3), o ciclo de palestras será inteiramente dedicado à Real Fábrica de Ferro São João de Ipanema, iniciando com a "A introdução dos Altos Fornos no Brasil", pelo professor Fernando José Gomes Landgraf, diretor de Inovação do IPT. "Perspectivas de restauro do conjunto de prédios do sítio histórico" é o tema da palestra a ser proferida pelo arquiteto Dalmo Vieira Filho. Por fim, haverá uma apresentação de Gelvam André Hartmann, pesquisador do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da Universidade de São Paulo (IAG/USP).

No sábado, às 9h , no auditório da Acadebio, o chefe da Flona, Alexandre Zananiri Cordeiro, fará a apresentação dos projetos de restauro e revitalização do sítio histórico da Flona de Ipanema. Às 10 horas, o arquiteto Dalmo Vieira Filho, diretor do Departamento do Patrimônio Material e Fiscalização do Iphan, abordará as perspectivas de restauro do conjunto de prédios.

Em seguida, haverá o lançamento do livro raro "Subsídios para a História do Ypanema", homenagens a professores, pesquisadores e personalidades em geral que vêm contribuindo com a preservação e conservação da Unidade e inauguração, na Casa do Administrador, da exposição "200 anos da Real Fábrica de Ferro São João de Ipanema.

Histórico - Em 4 de dezembro de 1810, Dom João VI assinou a carta régia, criando a Real Fábrica de Ferro de São João de Ipanema, a primeira siderúrgica brasileira, que se manteve ativa até 1895. Esse desenvolvimento propiciou, inclusive, a vinda da família real à então Fazenda Ipanema. Em 1842 foram construídos a residência e o Portal da Maioridade de D. Pedro II, que ali esteve em 1846, 1871, 1875 e 1886.

Do sítio histórico fazem parte a Casa das Armas Brancas, do Administrador, da Guarda, Arreios, Serraria, Conjunto de Fornos Geminados, Represa Hedberg, 2ª e 3ª Oficinas de Refino, Fornos de Carvão.

De 1992, data da criação da Unidade, até 2005, a Floresta Nacional de Ipanema, através de compensação ambiental junto às concessionárias do Gasoduto Brasil-Bolívia, num primeiro momento, e em parceria com Iphan e a ABM (Associação Brasileira de Metalurgia), conseguiu restaurar a Casa do Administrador, Casa de Arreios e os Altos Fornos Geminados.

Agora, na segunda fase do restauro, estão previstos trabalhos na 3ª Oficina de Refino e recuperação da sub-estação da estrada de Ferro Sorocabana, posteriormente transformada em museu. A Casa das Armas Brancas, construída com pedras retiradas do Morro de Araçoiaba, esculpidas com ângulos retos, abriga, atualmente, apresentações de grupos de músicas folclóricas ou clássicas e bailes de gala.

http://www.icmbio.gov.br/noticias/flona-de-ipanema-comemora-o-bicentenar...