As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Instituto Natureza do Tocantins - http://naturatins.to.gov.br/
19/09/2013
Encontro entre representante do Mosaico do Jalapao encerra com agendamento de seminario para outubro

Com um objetivo em comum, promover a gestão integrada e participativa das áreas protegidas da região do Jalapão, representantes de meio ambiente dos estados do Tocantins e Bahia e instituições não governamentais da região reuniram-se por três dias para dar continuidade ao Projeto Mosaico do Jalapão. A oficina para formação do Conselho Consultivo do Mosaico iniciou na terça-feira, 17, encerrando nesta quinta, 19, na sede Instituto Natureza do Tocantins - Naturatins, em Palmas, com agendamento de Seminário.

O Mosaico do Jalapão reúne nove unidades de conservação, que juntas somam mais de 3 milhões de hectare, formando o maior bloco de unidades de áreas protegidas do bioma Cerrado. Deste modo, a proposta, amparada pelo Sistema Nacional de Unidades de Conservação (SNUC), em constituir um mosaico nessa região que abriga o maior conjunto de áreas protegidas no Cerrado e um dos maiores blocos de vegetação nativa remanescente.

Ainda em fase de instituição, o projeto recebe apoio da Agência Japonesa de Cooperação Internacional (JICA), que acompanha há mais de três anos a criação do Corredor Ecológico e o mosaico do Jalapão. Além desse apoio, o grupo busca também o reconhecimento junto ao Ministério do Meio Ambiente, para isso, já tem publicado uma versão preliminar do plano estratégico, que servirá como instrumento orientador do conselho consultivo do Mosaico.

No encontro, conduzido pelo consultor da Jica, Marcos Pinheiro, levantou-se discussões e definiu encaminhamentos entre os participantes. Dentre as discussões, debateram sobre as ameaças e oportunidades em cada área; reviram o plano estratégico e o regimento interno. Quanto aos encaminhamentos, a realização do Seminário sobre o mosaico, entre os dias 02 e 03 de outubro, em Palmas, a indicação de instituições que comporão o conselho consultivo; entre outros.

Para o representante do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia, Mateus Matos, "os resultados da capacitação dos conselheiros do Mosaico do Jalapão contribuirão para o reconhecimento desse instrumento de gestão integrada em defesa da conservação dos recursos naturais do bioma cerrado".

O treinamento contou com a participação de representantes do Naturatins, da Semades, do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade, do Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado da Bahia, secretarias municipais de Meio Ambiente de Mateiros (TO) e Santa Rita de Cássia (BA), da Associação dos Trabalhadores Rurais de Formosa do Rio Preto (BA), e gestores de Unidades de Conservação, instituições de ensino e representantes de ONGs da região.

Unidades de Conservação

Compõe o mosaico as estações ecológicas Serra Geral do Tocantins e do Rio Preto (Bahia); o parque Nacional Nascentes do Rio Parnaíba (Piauí); Parque Estadual do Jalapão (Tocantins); o Monumento Natural Canyons e Corredeiras do Rio Sono; a APA do Rio Preto, a APA Serra da Tabatinga, a APA do Jalapão e a Reserva Particular do patrimônio Natural Catedral do Jalapão.

http://naturatins.to.gov.br/noticia/2013/9/19/encontro-entre-representan...