As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Fatima Missionaria - http://www.fatimamissionaria.pt
27/05/2017
Avanca lei considerada perigosa para futuro da Amazonia

Avança lei considerada perigosa para futuro da Amazónia

Texto F.P. | Foto Lusa | 27/05/2017 | 07:02

Senado brasileiro aprova medidas para retirar quase 600 mil hectares do Parque Nacional e da Floresta Nacional do Jamanxim, deixando esta área à disposição dos madeireiros e garimpeiros
Apesar da crise política que alastra no Brasil, o Senado aprovou esta semana duas medidas que «colocam à disposição de grileiros [pessoas que falsificam documentos para se apoderar das terras], madeireiros ilegais e garimpeiros 598 mil hectares de floresta», que estavam integrados em Unidades de Conservação, no sul do estado do Pará, denuncia o Instituto Socioambiental (ISA).

As normas retiram parcelas de terreno do Parque Nacional e da Floresta Nacional do Jamanxim, transformando-as em Área de Proteção Ambiental, ou seja, com menor grau de proteção, o que permite a compra e venda de terrenos privados, o corte raso da vegetação, e o exercício de atividades de pecuária e mineração.

«O cenário vai ser de aumento do desmatamento e da invasão de áreas públicas», lamenta Ciro Campos, assessor do ISA, sublinhando que a área abrangida pela decisão do Senado apresenta um dos maiores índices de desflorestação da Amazónia.

Já Maurício Guetta, advogado do ISA, considera que a redução das Unidades de Conservação preconizada pelas medidas aprovadas é «absolutamente inconstitucional» e um ato que coloca em risco o futuro de toda a floresta amazónica.

http://www.fatimamissionaria.pt/artigo.php?cod=37087&sec=8