As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

G1 - http://g1.globo.com/
07/06/2017
Area da Reserva Biologica Uniao, no interior do RJ, e ampliada

Unidade de conservação abrange as cidades de Casimiro de Abreu, Macaé e Rio das Ostras.

O presidente Michel Temer assinou nesta segunda-feira (5), no Dia Mundial do Meio Ambiente, um decreto aumentando em mais de três vezes o tamanho original da Reserva Biológica União, no interior do Rio. A unidade de conservação abrange as cidades de Casimiro de Abreu, Macaé e Rio das Ostras. Outras duas unidades no Brasil também foram ampliadas, além da criação de um Parque Nacional. Com a medida, o Brasil passa a contar com mais 347 mil hectares de áreas protegidas no Cerrado, Mata Atlântica, Amazônia e no bioma Marinho Costeiro.

A Reserva Biológica União, criada em 22 de Abril de 1998, passa dos atuais 2.548 hectares para 7.767 hectares, protegendo remanescentes do bioma Mata Atlântica de terras baixas e de encostas.

A área ampliada irá formar um corredor que interligará a Mata Atlântica de baixada com a Mata Atlântica de encosta estendo-se pela Serra do Mar, garantindo o livre fluxo gênico de espécies da fauna e flora, cumprindo o objetivo de assegurar a proteção e recuperação de remanescentes da mata atlântica e formações associadas, e da fauna típica, que delas depende, em especial o mico-leão-dourado, espécie ameaçada de extinção e endêmica desta região.

Com a ampliação, segundo divulgou o Instituto Chico Mendes ,o município de Casimiro de Abreu passa a ter 63,77% (4.953,43 ha) da área total da Reserva, seguido de Rio das Ostras com 24,68% (1.917,24 ha) e Macaé com 11,55% (897,13 ha). Os três municípios poderão pleitear aumento no repasse do ICMS Ecológico junto ao governo do estado do Rio de Janeiro, o que ampliará também a sua arrecadação.

Demais parques

Os outros dois parques ampliados são o Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros (Goiás), passará de 65 mil para 240 mil hectares, e a Estação Ecológica do Taim (Rio Grande do Sul), que passará dos atuais 10,7 mil para 32,7 mil.

Já o novo Parque Nacional Campos Ferruginosos ficará no estado do Pará com área de 79.020 hectares e vai abranger os municípios de Paraubepas (17,1%) e Canaã dos Carajás (82,9%).

http://g1.globo.com/rj/regiao-dos-lagos/noticia/area-da-reserva-biologic...