As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

ICMBio - www.icmbio.gov.br
14/10/2009
Amazonia ganha reforco de 175 novos analistas ambientais formados pelo ICMBio

Os 175 novos analistas ambientais do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade que acabaram de concluir o curso de formação em Gestão da Biodiversidade no último sábado farão a diferença da instituição e poderão transformá-la numa das mais importantes do país. Essas foram as palavras do presidente do Instituto, Rômulo Mello, em saudação aos formandos no encerramento do curso, no último sábado, na Academia Nacional de Biodiversidade - Acadebio, na Floresta Nacional de Ipanema, em Iperó/SP.

O presidente respondeu questões dos analistas e ressaltou algumas diretrizes para a implementação das 304 unidades de conservação federais. "A consolidação territorial (regularização fundiária), a estruturação dos conselhos e a construção dos planos de manejo são as ações que implementarão as unidades de conservação", destacou Mello.

Ele ressaltou, ainda, que essas três ações principais serão complementadas por pequisas e pelo uso público. "Assim conheceremos a dimensão de nossa biodiversidade e de nosso patrimônio genético", frisou Mello. Mas para isto, segundo ele, a sociedade civil deve participar da gestão das áreas protegidas, bem como o Instituto estabelecer parcerias que permitam a ele cumprir sua missão institucional.

A entrega dos diplomas aos analistas aconteceu no auditório da Acadebio, no fim da tarde de sábado. O presidente do ICMBio lembrou à turma de formandos que cabe a eles construírem a gestão das unidades de conservação, muitas vezes até assumindo cargos de chefia dessas unidades e até da direção do Instituto no futuro, construindo a história da autarquia.

A diretora de Planejamento, Silvana Canuto, anunciou que dois novos analistas estão sendo nomeados para a chefias de suas unidades de lotação. Após a solenidade de entrega dos diplomas, um jantar encerrou a formatura, realizada na Casa das Armas Brancas, no sítio histórico da Floresta Nacional de Ipanema.

Concursados especificamente para o cargo de analista ambiental do ICMBio, os 175 novos analistas vão assumir seus postos na Amazônia Legal. Para eles, foram disponibilizadas 52 estruturas fixas, equipadas com computadores, GPS e meios de comunicação. "Vocês, analistas ambientais", concluiu o presidente Rômulo Mello, "são a garantia da presença institucional do ICMBio na Amazônia Legal".

Floresta Nacional de Ipanema/SP
(15) 3459-9220 / 9706-9056