Juiz suspende decreto que reduzia limites de área onde ocorreu chacina em MT

CenárioMT - http://www.cenariomt.com.br/ - 28/06/2017
Reserva entre os municípios de Aripuanã e Colniza já foi palco de conflitos agrários. Decreto alvo da ação diminuiu a área de 164,2 mil hectares para 57,6 mil.



A Justiça atendeu ao pedido do Ministério Público do Estado e suspendeu o decreto legislativo 51/2016, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, que reduziu os limites da reserva extrativista Guariba Roosevelt, entre os municípios de Aripuanã e Colniza, respectivamente a 976 km e 1.065 km de Cuiabá. Determinou ainda a suspensão da tramitação e a titulação de todos os processos de regularização e legitimação de posse de áreas na reserva.

A decisão é do juiz Rodrigo Curvo, do Juizado Volante Ambiental de Cuiabá, do dia 26 de junho. A ALMT ainda não se posicionou sobre a determinação, mas cabe recurso da decisão.

A reserva em questão já foi alvo de conflitos agrários. Em abril, na área limítrofe com a reserva, ocorreu uma chacina na qual nove trabalhadores rurais foram assassinados.

O decreto alvo da ação sustou os efeitos do decreto 59/2015, do governo de Mato Grosso, que ampliava a área da reserva de 57.630 hectares para 164.224 hectares.

Na ação, o MPE argumentou que decreto 51/2016 coloca em risco o meio ambiente e a única comunidade extrativista tradicional de Mato Grosso. Argumenta ainda que a redução só poderia ter sido feita por uma lei específica, após estudos técnicos e consulta popular, o que não teria ocorrido, o que faz com que ele seja inconstitucional.

O juiz afirma na decisão que "não se admite inovação no campo legislativo que venha a suprimir legislação que tenha por finalidade a tutela do meio ambiente, salvo se o seu objetivo é ampliar essa proteção". E disse que o decreto legislativo promoveu um recesso ecológico, porque diminuiu a área da reserva.

O magistrado deu prazo ainda de seis meses para que o governo faça a demarcação da área da reserva, conforme os limites estabelecidos pelo decreto 59/2015. A multa caso haja descumprimento da decisão é de R$ 50 mil por dia.



http://www.cenariomt.com.br/2017/06/28/juiz-suspende-decreto-que-reduzia-limites-de-area-onde-ocorreu-chacina-em-mt/
UC:Reserva Extrativista

Related Protected Areas:

  • UC Guariba-Roosevelt
  •  

    As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.

Our sites


Visit the other platforms developed by the Protected Areas Monitoring Program of the Instituto Socioambiental.

Support


This platform would not be possible without the help of our supporters.

Gordon and Betty Moore Foundation
 
© Todos os direitos reservados. Para reprodução de trechos de textos é necessário citar o autor (quando houver) e o site (Unidades de Conservação no Brasil/Instituto Socioambiental - https://uc.socioambiental.org) e data de acesso. A reprodução de fotos e ilustrações não é permitida. Entre em contato para solicitações comerciais de uso do conteúdo.