TCU: auditoria das UCs na Amazônia

Tribunais de Contas da União e Estados: Auditoria das UCs na Amazônia

O Tribunal de Contas da União (TCU) realizou, em 2013, juntamente com tribunais de contas de nove estados, um extenso trabalho de auditoria nas Unidades de Conservação da Amazônia (UCs). A auditoria identificou falhas na gestão e na implementação das unidades, falta de recursos financeiros e humanos, baixos níveis de visitação turística e deficiência nos planos de manejo.

O trabalho identificou que apenas 4% das UCs na Região Amazônica têm uma gestão eficiente, com a implementação de planos de manejo adequados, regulamentação fundiária em andamento, servidores e recursos necessários para sua manutenção. Menos da metade (40%) das UCs possuem um plano de manejo, documento que define os planos específicos para cada área da unidade e suas normas de funcionamento. Nos 18 parques nacionais da Amazônia não estão sendo desenvolvidas atividades de educação e interpretação ambiental ou de recreação e turismo ecológico.

Acesse aqui o relatório completo

Acesse aqui os mapas oriundos da auditoria:

Mapa 1: Índice de implementação e gestão
Mapa 2: Alertas de desmatamento das Unidades de Conservação
Mapa 3: Fluxos de carbono antrópico nas Unidades de Conservação
Mapa 4: Indicadores de implementação e gestão das Unidades de Conservação - gráfico de radar -